O público na Rede de Salas Digitais do MERCOSUL

A Rede de Salas Digitais do MERCOSUL (RSD) está em seu terceiro mês de exibição no Uruguai, prevendo para este ano o começo da programação das salas dos outros países integrantes da Rede. Em Montevidéu funciona a Coordenadoria de Programação Regional que planeja as exibições nas salas em articulação com os seus respectivos locais. 

 

A programação foi proposta em Ciclos, sendo em agosto ‘Tela MERCOSUL’, em setembro ‘MERCOSUL documentário’, em outubro ‘Juventude MERCOSUL’ e em novembro ‘Paisagem Social MERCOSUL’, com longas metragens da Argentina, Brasil, Chile e Paraguai. 

 

Em outubro, ‘Juventude MERCOSUL’ apresenta um olhar para as gerações que marcam e marcaram o presente e o futuro da região. O Ciclo inclui relatos de descobrimento adolescente, como o venezuelano “Azul y no tan rosa”, de Miguel Ferrari – Prêmio Goya para Melhor Filme Ibero-americano em 2014 - e o uruguaio “El cuarto de Leo”, de Enrique Buchichio. Sobre o universo dos jovens de vinte e trinta anos, será exibido o filme argentino “El colchón”, bem como a coprodução uruguaia-argentina “El lugar del hijo” de Manuel Nieto e o documentário brasileiro “Democracia em preto e branco” de Pedro Asbeg. 

 

Em novembro, o ciclo ‘Paisagem social MERCOSUL’ proporá uma viagem pelos contextos sociais por meio desta variada produção regional. Percorreremos a História do Brasil através do filme de animação “Uma história de amor e fúria” de Luiz Bolognesi, um relato sobre o cotidiano venezuelano vivido na perspectiva do autismo “Hay alguien allí” de Eduardo Vitoria Daboin, uma reflexão em torno do colonialismo e dos massacres cometidos contra as comunidades originárias “Damiana Kryggy” de Alejandro Fernández Moujan, e uma experiência mergulhada na violência policial de um bairro carioca em “O estopim” de Rodrigo Mac Niven.   

 

As sessões desta primeira etapa tiveram uma resposta positiva do público nos cinco departamentos uruguaios (Artigas, Castillos, Fray Bentos, Florida e Montevideo), que começam a se habituar com a programação do Mercosul, uma vez por semana, como está planejado no Programa. Cada sala tem suas particularidades e são diferentes escalas. O recorde de bilheteria foi no dia 20 de setembro onde foram vendidas 530 entradas para o documentário argentino “Años de Calle” de Alejandra Grinschpun, na sala Zitarrosa de Montevidéu.  

 

A RSD é um programa da RECAM gerado a partir de uma parceria entre o MERCOSUL e a União Europeia, cujo objetivo é a circulação de conteúdos audiovisuais próprios do MERCOSUL, estimulando a ida ao cinema e contribuindo para a integração regional.  

Ciclo de cine Mercosul nos festivais

Durante o mês de outubro, a Rede de Salas Digitais do Mercosul apresenta o Ciclo Mercosul nos festivais.

Leia mais...

Video

Mostra de Filmes do Mercosul